Contra as Drogas

No dia 11 de agosto, a Comissão de Direitos Humanos (CDH) do Senado Federal discutiu a possibilidade de regulamentação da produção, comércio e uso da maconha. O líder do movimento Brasília Contra Pedofilia e candidato a deputado distrital, Rodrigo Delmasso, esteve presente e defendeu um Brasil livre das drogas. Esse foi o segundo debate na casa, de oito que estão programados para acontecer.

Delmasso apresentou argumentos contra o discurso que defende a legalização da maconha como meio para diminuir a violência e afirmou a necessidade de investimento na educação dos jovens e em centros de recuperação de dependentes químicos: “A utilização das drogas é um problema social. Acredito que todos aqui concordam, que precisamos investir em centros de recuperação no Brasil, porque a prevenção é o melhor combate”.

A relação entre drogas e violência, também foi abordada na reunião. Para o representante do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (Unodc), Nivio Nascimento, a educação foi deixada em segundo plano. Segundo Nascimento, não há comprovação de efeitos da regulamentação da maconha, seja no nível de consumo ou na redução da violência.
A próxima audiência pública sobre o tema será no próximo dia 25, às 9h.

*Com informações da Agência Brasil